Comunidade civil intervém onde o Governo se demite!

CDU promoveu Encontro com IPSS
Comunidade civil intervém onde o Governo se demite!
 
As políticas sociais de apoio à família e aos grupos mais vulneráveis tem sido uma preocupação constante da intervenção da CDU e dos seus vereadores. No passado Sábado, dia 18, na Sala Azul da Feira do Silvado, os vereadores da CDU promoveram um encontro com Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do Concelho de Odivelas. Para cima da mesa vieram fortes críticas à ausência de investimentos e apoios do governo e da Câmara Municipal, nesta área tão importante da intervenção cívica e social. Ainda assim, a dezena e meia de IPSS’s presentes foram unânimes em considerar a necessidade de uma maior interacção entre si. A troca de experiências e colaboração mútuas podem revelar-se como factor positivo de desenvolvimento e reforço desta actividade no Concelho de Odivelas.

Os vereadores da CDU promoveram no passado dia 18 um encontro com Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do Concelho e Odivelas.

O encontro contou com a participação de 15 Instituições que intervêm essencialmente na área da infância e da população idosa, sendo que algumas desenvolvem outros projectos, como sejam a prestação de apoio a famílias carenciadas através do Banco Alimentar Contra a Fome, a dinamização de actividades de ocupação de jovens, numa perspectiva de prevenção da exclusão social.

Num debate informal, os participantes referiram as especificidades da actividade das respectivas instituições, assinalando também as dificuldades com que se confrontam na sua intervenção das quais se destacam:
– escassez de recursos técnicos, humanos e financeiros para responder a uma cada vez maior procura por parte das famílias, seja nos equipamentos para a infância, seja no Apoio Domiciliário a pessoas idosas em situação de dependência;
– problemas de instalações, nuns casos pelas limitações do espaço, noutros pela degradação em que se encontram; 
– Instabilidade provocada pelo modelo de financiamento do pré-escolar, que implica a renovação anual dos acordos com frequentes atrasos nos reembolsos;

Sobre o programa PARES (Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais), foi referido que representa um elevado grau que exigência financeira para as instituições uma vez que têm que comportar uma parte do investimento correspondente, no mínimo, a 30% dos custos, facto que leva ao endividamento das instituições que se vêem obrigadas a recorrer ao crédito bancário.

Também o funcionamento da Rede Social foi objecto de crítica por parte dos participantes.

A falta de apoio por parte da Câmara Municipal de Odivelas foi igualmente criticada, havendo quem recordasse que durante três anos só houve algum apoio nos transportes, mesmo assim de forma reduzida que não permitiu a realização de algumas actividades, de que são exemplo as colónias de férias com crianças e os passeios com idosos.  

As instituições foram unânimes em considerar este encontro de grande importância, salientando que pela primeira vez se juntaram e partilharam experiências e abordaram em conjunto os problemas sociais do Concelho.


Encontro com IPSS balanço muito positivo!

Os vereadores da CDU fazem um balanço muito positivo deste encontro, salientando a importância estratégica destas instituições no Concelho, pois são elas que garante à população o apoio social cuja responsabilidade cabe ao Estado.

Foi sublinhado o empenhamento e dedicação de todos aqueles que de forma voluntária assumem elevadas responsabilidades na gestão das Instituições, utilizando para isso o seu tempo “livre” que retiram à família, aos amigos e a si próprios, a quem o Estado exige muito mas apoia muito pouco.

Recorde-se que no concelho de Odivelas, onde os equipamentos públicos de apoios à infância e às pessoas idosas são residuais, as IPSS assumem uma função social de elevado mérito. No seu conjunto, acolhem cerca de 3.000 pessoas (nas diversas valências) e dão emprego a cerca de 500 trabalhadores, a que acresce o trabalho de largas dezenas de voluntários.

Gabinete de Imprensa

PARTILHAR