Consumado o encerramento da OPEL

 Esta semana consumou-se o encerramento da Opel na Azambuja. Apesar da forte resistência dos trabalhadores, a acção conjugada do Governo Português e da Multinacional, traduziu-se em mais uma machadada no já depauperado aparelho produtivo nacional. O PCP, desde a primeira hora ao lado dos trabalhadores, fez questão de estar igualmente presente neste momento díficil, tendo distribuído aos trabalhadores um comunicado do Executivo da DORL. 

A luta dos trabalhadores da OPEL foi derrotada no seu objectivo – a salvaguarda dos postos de trabalho e do aparelho produtivo nacional – apesar de ter arrancado importantes concessões pecuniárias ao patronato. A luta dos trabalhadores portugueses prossegue! Até à vitória! 

PARTILHAR