Proposta Cruzeiros

Diminuir a poluição em Lisboa associada aos navios de Cruzeiro

Proposta CruzeirosOs Vereadores do PCP levam a discussão na próxima reunião de Câmara uma proposta que visa criar condições para o fornecimento de abastecimento em energia elétrica aos navios atracados no Terminal de Cruzeiros de Lisboa. A proposta prevê ainda, que se iniciem os procedimentos necessários à restrição de atracagem de navios de cruzeiro com base no combustível utilizado e quantidade de emissões poluentes produzidas.

De acordo com os dados da Associação Ambientalista Zero, as emissões dos navios que se abastecem em Portugal são equivalentes à emissão de dióxido de carbono das oito cidades portuguesas com mais carros registados, nas áreas metropolitanas de Lisboa, Porto e Braga.

 

Lisboa era, no período pré-pandemia, a cidade europeia que mais navios de cruzeiro recebia (115), e a terceira em que mais tempo estavam estacionados (7953), tornando-a numa das cidades europeias mais poluídas por estes navios.

O elevado número de embarcações a atracar em Lisboa significa uma elevada quantidade de emissões, nomeadamente de SO2, NOx, partículas finas (PM10) e ultrafinas (PM2,5), entre outros poluentes.

Enquanto atracados em Lisboa, estes navios são responsáveis por cerca de 3,5 vezes mais emissões de dióxido de enxofre (SO2) que todo o parque automóvel da cidade num ano inteiro, e por um quinto do total das emissões de óxidos de azoto (NOx).

A proposta apresentada pelos eleitos do PCP (em anexo), é fundamental para contribuir para a melhoria da qualidade do ar na Cidade de Lisboa. A má qualidade do ar relacionada com navios representa 400 mil mortes prematuras por ano a nível mundial, e dessas 50mil na Europa.

Lisboa, à semelhança de outras cidades europeias, deve impulsionar medidas que promovam a diminuição da poluição associada aos navios de Cruzeiro ou a redução do número de cruzeiros autorizados a atracar, e criar condições nos Terminais de Cruzeiros para fornecer eletricidade aos navios aí atracados.

Consulte aqui a proposta…

PARTILHAR