protesto Feira da Ladra

Assegurar o futuro da Feira da Ladra. Proposta do PCP aprovada na Câmara Municipal de Lisboa

 
protesto Feira da LadraNos últimos tempos os vendedores da Feira da Ladra têm visto as licenças de venda a diminuir bem como o espaço atribuído para a sua actividade. O receio de que o futuro da histórica Feira da Ladra pudesse estar em causa – nomeadamente devido aos interesses imobiliários naquele território – levou os vereadores do PCP, em estreito contacto com a população e vendedores, a apresentar uma proposta para assegurar o futuro a Feira, na sua área histórica de implantação, com melhores condições para feirantes e visitantes. 
 
A proposta foi aprovada!

 
Concretamente, entre outras coisas, a CML deliberou:
 
– Proceder à implementação das medidas necessárias para assegurar a continuidade da Feira da Ladra, mantendo a sua tradição e funcionamento nos mesmos moldes e no território que actualmente ocupa;
 
– Iniciar-se o processo de novos concursos de licenças da feira, de forma a acompanhar o processo de desconfinamento em curso;
 
– Reabertura da aquisição de licenças de vendedores ocasionais (as chamadas licenças extraordinárias), simplificando o acesso às mesmas, ou por via digital, ou no próprio espaço da feira ou na junta de Freguesia de São Vicente (com o acordo desta), ou outras soluções que se afigurem viáveis para facilitar o acesso à feira e revertendo as dificuldades que progressivamente foram afastando os vendedores ocasionais nos últimos anos;
 
– Melhorar o acesso a casas de banho públicas, por parte dos feirantes e dos visitantes;
 
– Melhorar as condições de tomada e largada de passageiros no entorno da feira, incluindo para táxis e veículos de animação turística.
Com a CDU, avançamos, também por aqui, na luta pelo direito à cidade!
 
 
PARTILHAR