Comunicado aos Trabalhadores da Azambuja

Comunicado aos trabalhadores

O PCP saúda os trabalhadores pela grande manifestação no passado dia 2 de Março em Lisboa, convocada pela CGTP.

Em Portugal, continua a aumentar o custo de vida degradando assim as condições de vida dos trabalhadores, desde o aumento do preço da electricidade aos aumentos dos bens essenciais como o pão (20%).

A taxa de desemprego é das maiores desde de 1974, atingindo no distrito de Lisboa 8.5 % de desempregados. Os n.º ainda irão aumentar mais, tendo em conta que já encerraram mais fabricas, como a Opel entre outras.

O Governo PS, anuncia já a intenção de apresentar um projecto de lei sobre a flexi-segurança, o que vai trazer ainda mais despedimentos, porque o que na realidade este projecto tem como intenção é liberalizar o despedimento.

Os lucros da Banca Portuguesa continuam a aumentar, sendo que numa hora daria para pagar o Salário Mínimo Nacional a 500 operários. Pois temos o oposto, que 1 em cada 5 portugueses vive na pobreza ou seja 20% da população.

O Governo PS aprova medidas de protecção ao grande capital desfavorecendo assim os direitos dos trabalhadores portugueses, marginalizando as populações encerrando hospitais, maternidades, Centros de Saúde e esquadras da PSP e da GNR.

O PCP tudo fará para denunciar estas políticas de direita do Governo PS e apela à luta e mobilização dos trabalhadores para travar todas estas medidas.

PARTILHAR