2008 06 28 Números demonstram: produtividade não aumenta por incompetência patronal!

Neste Estudo de Eugénio Rosa, aborda-se o facto de o crescimento económico num país depender do aumento da produtividade.  E sublinha-se que como revelam os dados da OCDE, no período 2000-2005, a produtividade multifactorial teve um “crescimento negativo” de -0,5% ao ano em Portugal, enquanto a produtividade exclusiva do trabalho cresceu. Pondo a nu que é a ineficiente utilização de todos os recursos que as empresas possuem, consequência da falta de capacidade de organização e de gestão dos empresários portugueses que empurra o país para baixo, e não "a rigidez das relações laborais"!

Ler Estudo de Eugénio Rosa 

PARTILHAR