Obras na Ponte 25 de Abril: mais uma faceta do negócio da Lusopontes

ponte25abril01.jpgEm requerimento ao Ministério das Obras Públicas sobre as anunciadas obras na Ponte 25 de Abril, o PCP questiona novamente o negócio montado para a Lusopontes, já que os utentes que já pagam as portagens também pagam as obras: "Entretanto, o que importaria esclarecer e confirmar cabalmente é a fonte de financiamento e as perspectivas futuras que se colocam para a EP Estradas de Portugal SA. É que, continuando os automobilistas a ser penalizados com o pagamento de portagem nesta Ponte, ainda para mais durante previsíveis constrangimentos, e com o Relatório do Ministério das Finanças sobre o Orçamento do Estado a confirmar que as transferências para a EP são, ano após ano, inferiores ao anunciado pelo Governo, subsiste a questão incontornável do destino e do produto das portagens que as populações e as empresas continuam a pagar na travessia do Tejo."

 

Ler Requerimento em PDF

PARTILHAR