1913, A Burguesia e a Paz

«A burguesia europeia agarra-se convulsivamente à camarilha militar e à reacção com medo do movimento operário. O insignificante número de democratas pequeno-burgueses é incapaz de querer firmemente a paz, e mais incapaz ainda de a garantir. O poder está nas mãos dos bancos, dos cartéis e do grande capital em geral. A única garantia da paz é o movimento organizado e consciente da classe operária.»

Ler Texto Completo em PDF

PARTILHAR