Apresentação Ajuda

Apresentado o cabeça de lista da CDU à Junta de Freguesia da Ajuda

 
Apresentação AjudaHugo Rodrigues foi apresentado no passado sábado, às 11:00, no Largo da Boa Hora, perante dezenas de activistas da CDU, como cabeça de lista desta coligação à Junta de Freguesia da Ajuda.
 
O candidato, 41 anos, instrutor de condução de profissão, nascido e criado na freguesia, agradeceu a confiança dos seus camaradas para esta batalha eleitoral, afirmando a determinação da CDU na defesa dos interesses das populações.

Nomeadamente, para que a zona ocidental da cidade seja contemplada pela rede do metropolitano, em vez da aposta actual, do executivo da CML, numa linha circular, que apenas serve as zonas turísticas da capital e os grandes projectos imobiliários. Fez notar, que na assembleia de freguesia, em que é eleito, a coligação sempre se bateu pela preservação dos espaços verdes e opôs-se à passagem desta competência da Câmara Municipal para a freguesia, atendendo que não reúne condições para poder fazer um bom trabalho, dado que estas transferências de competências não são acompanhadas da passagem dos meios necessários.
 
Relembrou a luta da CDU para que a Unidade de Saúde de Ajuda tenha as dimensões necessárias para que a maior parte da população possa aceder a ela, e não seja obrigada a recorrer a outras estruturas de saúde.
E assinalou ainda que a freguesia sofre os problemas que os sucessivos executivos, do PS sozinho, do PS aliado ao Bloco de Esquerda e de PSD e CDS criaram do ponto de vista da habitação, expulsando os habitantes da freguesia, mantendo devolutas muitas habitações da Câmara Municipal na Ajuda.
 
Os jovens são obrigados a procurar habitação fora de Lisboa e os menos jovens são muitas vezes expulsos de suas casas devido à especulação imobiliária que planta “condomínios de luxo na freguesia em vez de privilegiar a construção de casas para todos”, denunciou Hugo Rodrigues.
 
Na apresentação do cabeça de lista à Ajuda da CDU, estiveram presentes, entre outros, o mandatário da candidatura, Joaquim Granadeiro, Cláudia Madeira, eleita na Assembleia Municipal, e do Partido Ecologista os Verdes, e João Ferreira, vereador do PCP e candidato da CDU à presidência da Câmara Municipal de Lisboa.
 
Este último fez notar que há mais de 20 anos que a Câmara Municipal de Lisboa é gerida ou pela direita ou pelo Partido Socialista. O resultado desta gestão traduziu-se na expulsão de muitas centenas de milhares de pessoas para fora de Lisboa, acrescentando que esta política pode ser vista também na Ajuda, que está neste momento “no olho do furacão da especulação imobiliária. Cada um de nós conhece muitas pessoas que foram expulsas de suas casas, numa cidade cada vez mais desigual em que só há lugar para os muito ricos”.
PARTILHAR