Esquadras

PCP defende a melhoria das condições das esquadras e reforço dos agentes policiais

 

EsquadrasNos últimos anos tem havido a intenção dos governos de encerrar várias esquadras na cidade de Lisboa. A manutenção das esquadras da PSP nos diferentes bairros e zonas da cidade, em prol de um policiamento de proximidade e da segurança dos cidadãos, é fundamental. O que se exige não é diminuir o número de esquadras, mas reabrir esquadras encerradas e essenciais a determinados territórios, bem como reforçar meios humanos, condições de trabalho e as remunerações dos efectivos policiais.

 

Na passada semana, a Esquadra de Carnide (Esquadra 42) foi encerrada por ordem da Delegada de Saúde devido a problemas de saneamento e saúde pública. Os agentes foram relocalizados na Freguesia enquanto se procedem às obras necessárias – que há muito eram sentidas e reclamadas – para garantir o funcionamento da Esquadra. Não se sabe qual a previsão para a sua reabertura.

 

Na passada semana foi também noticiada a possibilidade de encerramento ou mudança de funcionalidade da 2ª esquadra da PSP na Baixa Lisboeta.

 

O PCP apresentou hoje uma moção na CML sobre este tema, tendo sido aprovados os pontos que exigiam ao governo  o reforço de meios humanos e investimento em instalações adequadas bem como que as obras na Esquadra de Carnide se façam com a maior rapidez e que os agentes desta Esquadra se mantenham a desenvolver o mesmo trabalho de proximidade na Freguesia.

 

Com os votos contra do PS e abstenção do PSD, CDS e BE foi chumbado o ponto que deliberava manifestar junto do Ministério da Administração Interna a sua frontal discordância com a política de encerramento de esquadras na cidade de Lisboa. Da parte do PCP continuaremos a lutar contra o encerramento de esquadras, pelo reforço dos meios policiais e das suas condições de trabalho.

 

Consulte a Moção

CONTRA O ENCERRAMENTO DE ESQUADRAS NA CIDADE DE LISBOACONTRA O ENCERRAMENTO DE ESQUADRAS NA CIDADE DE LISBOA

PARTILHAR